Pós Graduação | Unipublica Brasil

Pós Graduação em

Atendimento de Enfermagem em Unidades Básicas de Saúde

Objetivo

Faça sua pré-matricula ou registre seu interesse

Área de Conhecimento

Saúde

Disciplinas

a) Concepções e legislação em EaD.
b) Ambiente Virtual de Ensino-Aprendizagem.
c) Ferramentas para navegação e busca na Internet.
d) Metodologias de estudo baseadas nos princípios de autonomia, interação e cooperação.

a) A origem do Pensamento Cientifica b) O mito c) A Filosofia Grega d) O senso comum e) O que Ciência? f) A ciência no mundo moderno: os racionalistas g) A ciência no mundo moderno: os empirista h) As Ciências no mundo Contemporâneo: o surgimento das especificidades i) O que o método cientifico j) Os diferentes métodos científicos por áreas de saberes k) O tema, o problema, a hipótese a metodologia como montar um projeto cientifico l) No mundo do Fake News como o método cientifico é importante para analisar a realidade: m) A escrita de um projeto cientifico cuidados necessários , o texto argumentativo n) As Norma da Abnt

a) A morte e o morrer b) A morte no processo de desenvolvimento humano c) Necessidades do doente e da família d) O processo de luto e) Câncer f) Epidemiologia do câncer g) Comunicação terapêutica h) Aceitando o fim, como encarar a morte? i) História dos cuidados paliativos j) Modelos organizacionais em cuidados paliativos k) Qualidade de vida l) Dilemas éticos e bioéticos relacionados ao fim da vida m) Espiritualidade em cuidados paliativos n) Aspectos fisiológicos em cuidados paliativos o) Procedimentos de enfermagem em cuidados paliativos p) Profissionais da saúde diante da morte

a) Aspectos teóricos da atenção primária
b) Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
c) implantação e implementação da Estratégia Saúde da Família (ESF)
d) Diretrizes operacionais da ESF
e) Possibilidades e desafios no cotidiano da ESF
f) Etapas de implantação da ESF
g) Indicadores da ESF no Brasil
h) Desafios e possibilidades de expansão da ESF
i) Clínica Ampliada na ESF
j) Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB)
k) NASF-AB e apoio à inserção da ESF
l) NASF-AB na perspectiva a rede de serviços
m) NASF-AB como estratégia de fortalecimento da atenção básica
n) NASF-AB no escopo das ações da Atenção Primária
o) NASF e sua capacidade de resolutividade
p) Processo de territorialização na ESF

a) Atenção à saúde
b) Políticas de saúde para públicos específicos
c) Saúde do homem
d) Condições crônicas de saúde
e) Pactos políticos e programas
f) Contexto sociopolítico da política pública de atenção ao idoso no Brasil
g) Política nacional de saúde da pessoa idosa
h) Indicadores de envelhecimento no idoso
i) Relação médico paciente
j) Relação médico paciente e a atenção humanizada
k) Estratégias de saúde da família
l) Núcleos de apoio e assistência
m) Família como centralidade nas políticas públicas
n) Envelhecimento biopsicossocial e ambiental
o) Planejamento de ações na saúde
p) Avaliação de ações/riscos em saúde do homem

a) Morbimortalidade no processo reprodutivo humano e na situação ginecológica
b) Tipos de morbidade
c) Implicações fisiológicas e psicológicas do ciclo menstrual e da gestação
d) Assistência de equipes multidisciplinares
e) Programa Rede Cegonha
f) Planejamento familiar
g) Cuidado com os principais agravos da saúde da mulher
h) Problemática da saúde da criança e do adolescente no Brasil
i) Indicadores de morbimortalidade nacionais em saúde da criança
j) Determinantes de morbimortalidade infantil e juvenil
k) Programa de atenção à saúde da criança e do adolescente
l) Assistência à saúde da criança e do adolescente nas unidades de ESF
m) Membros da equipe de saúde e da família
n) Promoção e proteção do crescimento e desenvolvimento infantil
o) Ações da clínica e do cuidado nos principais agravos da saúde da criança e do adolescente
p) Atenção integrada às doenças prevalentes na infância

a) Tecnologias em saúde
b) Política nacional de ciência, tecnologia e inovação em saúde
c) Tipos e classificações das tecnologias em saúde
d) Ciclos de vida de uma tecnologia em saúde
e) Avaliação de tecnologias em saúde: ensaios clínicos
f) Métodos de avaliação de tecnologias em saúde
g) Avaliação de custos e impacto econômico
h) Bioética e tecnologias em saúde
i) Gestão de tecnologias em saúde
j) Tecnologias de alto custo e alta demanda
k) Tecnologias em saúde como ferramentas de gestão
l) Tecnologias da informação em serviços de saúde
m) Tecnologias na gestão hospitalar
n) Ações de manutenção
o) Gestão do risco e dos espaços em tecnologias de saúde I
p) Gestão do risco e dos espaços em tecnologias de saúde II

a) Riscos ocupacionais e otimização do ambiente laboral
b) Abordagem ergonômica do trabalho
c) Normas regulamentadoras do trabalho (NRs)
d) Considerações críticas e limites da ergonomia
e) Evolução histórica da segurança do trabalho
f) Segurança no trabalho
g) Classificação dos riscos ocupacionais
h) Vigilância em saúde e a saúde do trabalhador
i) Investigação dos acidentes e incidentes de trabalho
j) Avaliação dos acidentes e incidentes de trabalho
k) Teorias sobre acidentes
l) Embargo e interdição
m) Qualidade no sistema de gestão da segurança ocupacional
n) Certificação e acreditação
o) Certificação de sistemas de gestão de segurança e saúde no trabalho
p) SESMT e CIPA

a) Morfologia, estruturas , nutrição, metabolismo e mecanismos de propagação das bactérias
b) Diferentes grupos de microrganismos
- Grande diversidade dos microrganismos e sua importância para o homem
- Os mecanismos de virulência das bactérias que permitam o estabelecimento de doenças no hospedeiro humano
c) Os fatores que controlam o crescimento dos microrganismos e sua relação com os mecanismos de patogenicidade
d) Os mecanismos envolvidos na patogenicidade dos microrganismos para o homem
e) As vias de disseminação das bactérias patogênicas bem como os métodos de controle das mesmas
f) Taxonomia e classificação bacteriana, morfologia e citologia bacteriana/teoria das colorações
g) Fisiologia, nutrição, metabolismo e reprodução bacteriana
h) Genética de microrganismos
i) Patogenia microbiana
j) Os mecanismos envolvidos na patogenicidade dos microrganismos para o homem
k) Os mecanismos específicos e inespecíficos de defesa do nosso organismo contra microrganismos invasores
l) Estrutura e classificação dos vírus
m) Técnicas de cultivo, isolamento e identificação de microrganismos
n) Imunidade inata e adaptativa, células do sistema imune e órgãos linfóides, antígenos,moléculas que reconhecem antígenos, sistema complemento, hipersensibilidade, tolerância e doenças autoimunes
o) Métodos disponíveis de controle do crescimento microbiano e suas aplicações na área da saúde

a) Fundamentos dos sistemas de informação aplicados à saúde
b) Comunicação de Dados em Sistemas de Informação
c) Documentos Eletrônicos. Linguagens de Descrição de Dados
d) Principais tecnologias e tendências de sistemas de informação em saúde
- Registro eletrônico de Saúde
e) Tendências emergentes dos diversos sistemas de informação, tecnologias e aplicações utilizadas no contexto da saúde
f) Características, pontos fortes, desafios, objetivos e impacto sobre os pacientes, populações e os profissionais de saúde
g) Fatores que influenciam a adoção e o uso de vários sistemas e tecnologias de informação clínica e de Saúde
h) Prática de Sistemas de Informação. Linguagens de descrição de dados. Números Binários. Inteiros
i) PXML. PDF
j) Principais tecnologias de informação e sistemas de informação em saúde pública, tais como registros de saúde eletrônicos integrados, compartilhamento de informações de saúde
k) Sistemas de informação em saúde – considerações gerais; Barreiras na implantação de SI em Saúde
l) Fatores determinantes na adoção de SI em Saúde
m) Principais sistemas de informação em saúde pública – SIM, SINASC, SINAN, SIAB e outros
n) Tendências emergentes: data mining e análise preditiva, dispositivos de tecnologia vestíveis, big data, IOT, business intelligence

Especialização
Regular

$147

  • 380 Horas
  • Parcelamento até 18x
  • Duração 12 Meses
  • Valor Total R$ 2.646,00
Matricule-se